A Hora do Chá A Hora do Chá

Luís César, uma viagem à volta da mesa

A Hora do Chá

Encontramos Luís César na Tavi, bem cedo pela manhã, quase sempre na mesma mesa, rodeado de jornais, que lê de fio a pavio, e das suas agendas onde aponta religiosamente todos os acontecimentos desportivos da atualidade, entre efemérides e provérbios chineses, como este que nos lê, com entusiasmo: “uma viagem de mil milhas começa com um único passo”.

E quantas viagens não fará Luís César, ao leme da nossa mesa do canto, conduzido pelas suas leituras e apontamentos? É que, depois da reforma - foi secretário técnico do Futebol Clube do Porto durante mais de 30 anos - a vida tem, para este colecionador de histórias, outros futebóis à sua espera e outros rituais a programar. Homem de dormir pouco - quatro a cinco horas por noite - chega aqui por volta das oito e toma sempre a mesma coisa: “meia de leite e uma torradinha e, a meio da manhã, um café e um croissant”.

Luis Cesar é cliente da Tavi há mais de 50 anos. “Sinto-me aqui bem. Gosto do ambiente, dos funcionários, da tranquilidade...”. As primeiras memórias que tem da casa fazem-no recuar até aos seus 11 anos, ocasião em que veio viver para o Porto, oriundo de uma aldeia perto das Termas de S. Pedro do Sul, de seu nome Santa Cruz da Trapa.

“Descíamos do colégio Brotero, passávamos na Tavi para comer um bolo de arroz, que custava na época cinco tostões, e apanhávamos o elétrico para o liceu D. Manuel, aqui mesmo em frente”. Recorda ainda o tempo em que, pelo Natal, os pais deixavam na Tavi a lista de encomendas de Bolo-Rei que dali seguia diretamente para os seus destinatários. “Era o ex-libris das mesas de Natal, com a sua cinta vermelha, e sempre tão aguardado por quem o recebia todos os anos”.

As memórias fazem parte da vida de Luís César. De conversa franca, recorda os tempos de jornalista - foi diretor da secção desportiva do Comércio do Porto, esteve na formação de um jornal que se chamava “Jornal do Desporto”, fez relatos de futebol e de hóquei na Emissores do Norte Reúnidos, e dirigiu as Tardes Desportivas na Renascença. Depois disso, dedicou-se, de corpo e alma, ao Futebol Clube do Porto, onde esteve mais de 30 anos como secretário técnico.

“Foi o Porto que me proporcionou conhecer mundo, conhecer gente, tudo o que tenho...”, revela com uma nostalgia saudável. A mesma com que criou, em casa, um museu particular onde guarda as memórias desses tempos. Recordações das viagens, ofertas de clubes e de dirigentes, livros, revistas e fotografias que marcaram o clube. “É um espaço para reviver e partilhar histórias com os amigos!”, remata. 

Scroll top
Morada
Email: clientes@tavi.pt

Rua Sra. da Luz, 363
Foz · Porto, Portugal

Free Wifi Zone
Morada
Email: padaria@tavi.pt

Rua Sra. da Luz, 356
Foz · Porto, Portugal

Junte-se a nós
Horário
Segunda a Sábado
7h15 às 20h00
Domingo
8h00 às 20h00

Usamos cookies para lhe garantir uma melhor experiência de navegação. Não guardamos qualquer informação pessoal.

Uso de Cookies

Este site usa cookies com o objectivo de lhe garantir uma melhor experiência de navegação. Alguns destes cookies são necessários para que este site funcione.

Outros são guardados para o reconhecer quando regressa ao site e para ajudar a nossa equipa a perceber que secções acha mais úteis e interessantes.

Não guardamos informação pessoal.

Se concorda com o uso de cookies do site Tavi - Confeitaria da Foz, por favor escolha "Concordo"

×